Cavaleiros de Paradressage e o Processo de Classificação

22-02-2011 13:16

 

Os cavaleiros de Paradressage são como qualquer outro atleta de nível mundial. Praticam o seu desporto com dedicação e empenho, e têm muitas vezes de ultrapassar enormes obstáculos, tanto físicos como psicológicos, para competir contra os melhores no seu ramo.

Existem quatro Níveis, cada um com o seu próprio grupo de perfis de características físicas e visuais. A mobilidade, força, coordenação ou visão do atleta são avaliadas por um Classificador Federado de Equitação Adaptada com o fim de se criar o seu perfil de habilidade funcional. Este processo é conhecido como Classificação de Equitação Adaptada/Paradressage.

Pessoas com perfis de similar nível de habilidade funcional são agrupadas em quatro níveis de competição:

Nível Ia e Ib - Maioritariamente atletas utilizadores de uma cadeira de rodas com fraco equilíbrio do tronco e/ou incapacidade de funcionamento de todos os quatro membros (membros inferiores e superiores) ou nenhum equilíbrio do tronco e bom funcionamento dos membros superiores.

Nível II – Maioritariamente atletas utilizadores de uma cadeira de rodas ou com severas incapacidades físicas, envolvendo o tronco e com um médio ou bom funcionamento dos membros superiores, ou severa deficiência unilateral.

Nível III – Maioritariamente atletas capazes de andar sem suporte, com deficiência unilateral moderada, incapacidade moderada nos quatro membros (superiores e inferiores) ou severa incapacidade de braço(s). Podem requerer uma cadeira de rodas para distâncias longas ou devido à falta de forças/estamina/resistência. Perda total de visão em ambos os olhos.

Nível IV – Atletas com deficiências em um ou dois membros ou com algum nível de deficiência visual.

Quando necessários, os cavaleiros podem usar ajudas compensadoras, (se aprovadas pela Federação de Internacional Equitação Adaptada), tais como uma sela especial, rédeas adaptadas, bandas elásticas, dois sticks, etc. Estas ajudas podem ser utilizadas quando os atletas participam em provas de Equitação Adaptada ou em provas normais de Equitação.

A prova correspondente a cada nível é compatível com as habilidades funcionais dos respectivos atletas, sendo que existem provas diferentes, dependendo do nível do atleta em competição:

Nível Ia – Exercícios apenas a Passo.

Nível Ib – Exercícios a Passo e algum trote.

Nível II – Passo e alguns exercícios a trote mais complicados; galope médio em Freestyle.

Nível III – Passo, trote e galope médio.

Nível IV – Passo, trote, galope médio, incluindo trabalho lateral.

 

Fonte: Linha desportiva: http://linha-desportiva.com/index.php?pg=14&spg=36

 

Provas e Resultados

Resultados

06-04-2011 23:02
Centro Hípico da Costa do Estoril - Participação na Poule Data Classificação Pontuação  Dia 05/02/2011 ...